BarBaran - Curitiba

Se você quer convencer uma pessoa gulosinha a conhecer - ou revisitar - um lugar, que argumento você usa? A comida!

Pois essa foi uma das artimanhas que os amigos de Curitiba utilizaram para nos convencer a dar um pulinho por lá: eles trouxeram uma revista recheada de delícias, com o resultado da premiação dos melhores restaurantes/bares/cafés de Curitiba. E aí, como vocês podem notar, a maioria dos nossos programas envolveu comida...

Brincadeiras à parte, a ida para Curitiba foi pela visita, claro! Mas se você pode descobrir novos sabores e delícias, por que não?

Dito isso, posso falar de como acabamos no BarBaran... Ele foi eleito pela revista Bom Gourmet, da Gazeta do Povo, como o melhor lugar para comer carne de onça (?) e pão com bolinho (???).

barbaran

Eu em casa fiquei encafifada com esses dois acepipes. E aí eu pergunto? Você já comeu carne de onça? E pão com bolinho? Eu nem sabia do que se tratava... Os curitibanos podem me julgar, mas essa é a verdade dos fatos!

E a verdade dos fatos é que, já que a gente não conhecia - e eles ainda não tinham ido ao BarBaran - fomos tirar a teima.

Primeira coisa interessante sobre o lugar: colocamos o endereço no Waze e passamos mais de uma vez na frente do local indicado e nada... E pensávamos: está errado o endereço... E olhamos para um lado, para o outro, e nada... Até que ligamos para lá antes de desistir e veio a explicação: não há de fato nenhuma indicação externa sobre o lugar... O que já torna tudo muito curioso:

[caption id="attachment_3514" align="alignnone" width="3264"]IMG_0514 (1) Onde está o bar???[/caption]

[caption id="attachment_3512" align="alignnone" width="2448"]IMG_0513 (1) Cadê???[/caption]

Pois é... Pelo telefone explicaram que o bar fica nos fundos da Sociedade Ucraniana do Brasil. Sim, sem placa, sem indicação, sem nada. E mesmo assim ainda é o melhor em alguma coisa na cidade? Curiosidade foi elevada à décima potência.

Bom, depois que - enfim - achamos, descobrimos um lugar simples, casual, mas com aquele jeitão original de um bar onde a comida fala mais alto. Nada de decoração moderna, luz indireta, jogo de espelhos... Muito pelo contrário: tradicional, balcaozão, banheiro de decoração bem antiga e mesas de madeira escura.

[gallery ids="3499,3501,3509,3500,3508" type="square" columns="2"]

Adorei os azulejos do banheiro: aquele look antigão, que demonstra que nesse bar o bacana é outra coisa... A preocupação é outra...

O cardápio tem desde o filé básico - pedido para as crianças - até comidas típicas da Ucrânia. Além, claro, da carne de onça e do pão com bolinho... O marido que é ainda mais curioso do que nas questões gastrô quis logo provar coisas novas... Fomos de combinado ucraniano.

IMG_0508

[caption id="attachment_3506" align="alignnone" width="2448"]IMG_0507 Preços de janeiro de 2017[/caption]

[caption id="attachment_3504" align="alignnone" width="2448"]IMG_0505 Combinado ucraniano com molho de calabresa[/caption]

O de batata até eu gostei... o charutinho de repolho não achei nada demais. Mas a curiosidade era para a tal carne de onça... E o que é isso?

É de fato uma carne crua, com temperinhos, boa para quem curte elementos crus - conheço gente que não suporta. Eu bem sou chegada a um steak tartar, carpaccios, sashimis e assemelhados...

Provando a carne pura, ela era bem gostosa e eu até curti. Mas o barato era comer com o pãozinho e a raiz forte que vinha junta, chamada hrin. E não, ela não tem o gosto da raiz forte japonesa, o wasabi.

IMG_0502

[caption id="attachment_3503" align="alignnone" width="2448"]IMG_0504 Raiz forte gostosinha[/caption]

A carninha que pedimos para as crianças veio bem temperadinha também - até um pouco a mais do que o paladar da minha pequena aceita. Para nós, muito boa! Com pãozinho então...

IMG_0506

Ainda tinha uma cerveja geladinha, que combinou bem com nossos pedidos.

Não pedimos o pão com bolinho, ficou para a próxima - por absoluta falta de barriga. Interessante notar que o BarBaran é um lugar de pegada simples, com comida boa e barata. É um lugar que, na minha opinião, vale ir para ficar jogando conversa fora a tarde toda, tomando uma cerveja e beliscando comidinhas - não é o programa ideal quando se está com crianças, então... Fica a vontade de fazer esse programa numa próxima ida.

O mais curioso de tudo: quando perguntei por que o bar não mantém uma placa de indicação, me explicaram que preferem assim... Eles costumam ficar lotados, então, dessa forma, há como ter um pouco de controle do entra a sai de gente... Parece que o BarBaran é um daqueles lugares tradicionais e amados pelos curitibanos... Talvez seja ainda um segredo bem guardado para alguns...

Mas, você, querido leitor, há de concordar comigo: um lugar como esse, classicão, com essa aura de "nem preciso de placa em tempos de crise" me-re-ce a visita!

Fica a dica!

Telefone de contato: (41) 3322-2912

De acordo com a página do Facebook, os horários de funcionamento são:BarBaran - Horarios

 

 

 

 

 

 

Comentários

  1. […] fotografei e achei tudo lindo… Tanto que no último dia, depois de uma manhã divertida no BarBaran, fomos comer as sobremesas na The Kettle. A minha foi a torta red velvet, e valeu […]

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Lima, Cusco e Machu Picchu em 2019 - resumo não tão resumido da viagem

Cape Town - hospedagem na Cidade do Cabo

Hotel da Universal + Universal Express - minha experiência

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *